sábado, 10 de novembro de 2018

Enquanto isso no Canadá...

Foto em dia claro. Em uma esquina, uma mulher de cabelo preso, camiseta rosa e bermuda jeans, passeia com um cão e uma criança. Nas costas, ela carrega o cão branco da raça poodle, bem maior que a criança, acomodado em um  baby bag canguru. Com a mão direita ela segura a guia de uma coleira, presa na cintura da criança, loira, com aproximadamente 2 anos de idade. A criança usa camiseta branca, bermuda curta marrom e sapatinhos no mesmo tom. Ao fundo, um jardim e um carro preto estacionado ao lado direito.No topo lê-se: Canadá já sente os efeitos da liberação da maconha.
Foto em dia claro. Em uma esquina, uma mulher de cabelo preso, camiseta rosa e bermuda jeans, passeia com um cão e uma criança. Nas costas, ela carrega o cão branco da raça poodle, bem maior que a criança, acomodado em um  baby bag canguru. Com a mão direita ela segura a guia de uma coleira, presa na cintura da criança, loira, com aproximadamente 2 anos de idade. A criança usa camiseta branca, bermuda curta marrom e sapatinhos no mesmo tom. Ao fundo, um jardim e um carro preto estacionado ao lado direito.No topo lê-se: Canadá já sente os efeitos da liberação da maconha.

Bilhete...

Foto de uma folha de papel pautado com um recado escrito em letra de fôrma. Texto:   Querido Papai Noel   Eu fui bonzinho esse ano  Ok. Na maioria das vezes eu fui bonzinho  Na verdade, eu fui um pouco bonzinho  Quer saber?  Deixa que eu compro meu presente.
Foto de uma folha de papel pautado com um recado escrito em letra de fôrma. Texto: 
Querido Papai Noel 
Eu fui bonzinho esse ano
Ok. Na maioria das vezes eu fui bonzinho
Na verdade, eu fui um pouco bonzinho
Quer saber?
Deixa que eu compro meu presente.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

En el mismo planeta...

Foto ao ar livre. Um menino de aproximadamente 5 anos dorme, deitado sobre um chão de cimento. O chão está forrado por escombros arenosos e terra seca. Dois pedregulhos servem como travesseiros. A roupa rústica, surrada e imunda cobre o corpo delicado, nos pés, chinelos empoeirados. No topo lê-se: En el mismo planeta alguien paga 220 millones de euros por un jugador.
Foto ao ar livre. Um menino de aproximadamente 5 anos dorme, deitado sobre um chão de cimento. O chão está forrado por escombros arenosos e terra seca. Dois pedregulhos servem como travesseiros. A roupa rústica, surrada e imunda cobre o corpo delicado, nos pés, chinelos empoeirados. No topo lê-se: En el mismo planeta alguien paga 220 millones de euros por un jugador.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Em função da crise...

No topo lê-se: Em função da crise, vendo; no rodapé: aparelho de jantar da minha avó. São trinta e duas peças de porcelana, em excelente estado. Ao centro e entre as frases, a foto de uma dentadura postiça com dentes alvos e bem alinhados.
No topo lê-se: Em função da crise, vendo; no rodapé: aparelho de jantar da minha avó. São trinta e duas peças de porcelana, em excelente estado. Ao centro e entre as frases, a foto de uma dentadura postiça com dentes alvos e bem alinhados. 

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Em uma zona rural...

Em dia nublado, no acostamento de uma estrada em zona rural: um homem em cima de uma moto suja de barro e com sete crianças, quatro na garupa e os três menores empoleirados e espremidos na frente dele. Próximo a moto, um policial em pé com as mãos em oração, olha para o homem da moto e diz: Tu até podes não usar capacete! Mas por favor...usa preservativos.
Em dia nublado, no acostamento de uma estrada em zona rural: um homem em cima de uma moto suja de barro e com sete crianças, quatro na garupa e os três menores empoleirados e espremidos na frente dele. Próximo a moto, um policial em pé com as mãos em oração, olha para o homem da moto e diz: Tu até podes não usar capacete! Mas por favor...usa preservativos.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Oi amor...

Em uma caixa de mensagens com emoji de uma carinha de menino louro à esquerda de cada frase do diálogo, lê-se:  - Oi amor, morrendo de saudade.  - Eu também.  - Posso pedir uma coisa. Tô meio encabulado.  - Peça, meu lindo.  - Manda uma foto só de calcinha?  - Claro, meu amor.  Abaixo, a foto. Em dia ensolarado e em primeiro plano de uma cerca de arame farpado composta por sete linhas paralelas de arame firmadas por estacas de madeira. As quatro linhas superiores, usadas como varal estão preenchidas por calcinhas coloridas. Ao fundo, uma casa bem simples e à esquerda, o quintal com árvores.
Em uma caixa de mensagens com emoji de uma carinha de menino louro à esquerda de cada frase do diálogo, lê-se:
- Oi amor, morrendo de saudade.
- Eu também.
- Posso pedir uma coisa. Tô meio encabulado.
- Peça, meu lindo.
- Manda uma foto só de calcinha?
- Claro, meu amor.
Abaixo, a foto. Em dia ensolarado e em primeiro plano de uma cerca de arame farpado composta por sete linhas paralelas de arame firmadas por estacas de madeira. As quatro linhas superiores, usadas como varal estão preenchidas por calcinhas coloridas. Ao fundo, uma casa bem simples e à esquerda, o quintal com árvores. 

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Dia mundial dos animais!

Hoje, quatro de outubro, é o dia mundial dos animais, por isso, aqui vai: Close da cara de um tigre com pelagem cor de caramelo, manchas brancas e riscas em preto, na testa, bochechas e junto à boca, o focinho rosado é ladeado por longos bigodes brancos que se destacam na pelagem densa e curta. Os olhos azul turquesa como um céu de verão, redondos e contornados em preto estão focados diretamente para nós.
Hoje, quatro de outubro, é o dia mundial dos animais, por isso, aqui vai: Close da cara de um tigre com pelagem cor de caramelo, manchas brancas e riscas em preto, na testa, bochechas e junto à boca, o focinho rosado é ladeado por longos bigodes brancos que se destacam na pelagem densa e curta. Os olhos azul turquesa como um céu de verão, redondos e contornados em preto estão focados diretamente para nós.