quarta-feira, 17 de maio de 2017

Uma escultura...

Foto em dia claro em meio a plantas baixas, gramíneas e folhas secas, próximo a uma mureta de pedras quadrangulares limosas. Ao centro, escultura representativa de uma mulher em pé segurando à frente do corpo uma enorme travessa em forma de folha, dentro, sementes. O material que remete à resina compõem: cabelo volumoso ondulado na altura dos ombros castanho claro com luzes esbranquiçadas, repartido e com movimento, como se o vento batesse da direita para a esquerda; rosto fino triangular sem fisionomia, apenas a saliência de um sutil nariz; braços finos, mãos pequenas e delicadas. O vestido longo, cônico com a circunferência maior na base é composto por um tronco de árvore, ramas de samambaias coladas em abundância na parte superior, remetem às rendas​;na parte inferior, finalizam em pontas, nas laterais, misturam-se ao limo natural e nas ​ descobertas, destaca​m-se as cascas do tronco rachadas evidenciando os veios. Ao fundo, em desfoque, em um nível superior, acima da mureta, folhas grandes de um arbusto.
Foto em dia claro em meio a plantas baixas, gramíneas e folhas secas, próximo a uma mureta de pedras quadrangulares limosas. Ao centro, escultura representativa de uma mulher em pé segurando à frente do corpo uma enorme travessa em forma de folha, dentro, sementes. O material que remete à resina compõem: cabelo volumoso ondulado na altura dos ombros castanho claro com luzes esbranquiçadas, repartido e com movimento, como se o vento batesse da direita para a esquerda; rosto fino triangular sem fisionomia, apenas a saliência de um sutil nariz; braços finos, mãos pequenas e delicadas. O vestido longo, cônico com a circunferência maior na base é composto por um tronco de árvore, ramas de samambaias coladas em abundância na parte superior, remetem às rendas​;na parte inferior, finalizam em pontas, nas laterais, misturam-se ao limo natural e nas ​ descobertas, destaca​m-se as cascas do tronco rachadas evidenciando os veios. Ao fundo, em desfoque, em um nível superior, acima da mureta, folhas grandes de um arbusto.