segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Tirinha de Odyr Bernardi...

Tira de Odyr Bernardi, do site: A Nébula. Rumo ao passado. Esse é um País que ia pra frente, com quatro quadros, falas em balões e o personagem Dr. Klaus Vauss, um homem com cabelos claros repartidos ao meio, olhos miúdos que olham acima dos pequenos óculos retangulares, expressão pensativa, rosto franzido e barba por fazer; usa terno desalinhado sobre camisa branca, carrega uma bolsa a tiracolo e uma mala na mão esquerda. Q1- Dr. Klaus Vauss, é antropólogo sueco especializado em sociedades primitivas. Ele está de perfil e caminha a esquerda, no topo do quadro lê-se: Cada vez mais cientistas estrangeiros desembarcam no Brasil para entender como avançamos rumo ao passado. Q2- Mão no canto inferior esquerdo ( que continua presente no Q3 E Q4 ) empunha um microfone em direção a Dr. Klaus que disserta: Ainda não sabemos como explicar, mas é evidente que em algum momento o Brasil parou de avançar na história e começou a retroceder no tempo. Segundo meus cálculos, devemos chegar nos anos 70 a qualquer momento. Q3- Voz do entrevistador ( que não aparece no quadro) pergunta: E como isso vai afetar a indústria da moda, doutor? As calças boca-de-sino devem voltar junto com a ditadura? Dr. Klaus pensa: Fascinante. A população parece não entender as consequências do fenômeno. Q4 – Voz do entrevistador anuncia: Não deixe de experimentar a caipirinha! A seguir: um grupo de deputados cria comissão para rever a abolição da escravatura. Dr. Klaus franze a testa e pensa: Preciso rever meus cálculos.
Tira de Odyr Bernardi, do site: A Nébula. Rumo ao passado. Esse é um País que ia pra frente, com quatro quadros, falas em balões e o personagem Dr. Klaus Vauss, um homem com cabelos claros repartidos ao meio, olhos miúdos que olham acima dos pequenos óculos retangulares, expressão pensativa, rosto franzido e barba por fazer; usa terno desalinhado sobre camisa branca, carrega uma bolsa a tiracolo e uma mala na mão esquerda.
Q1- Dr. Klaus Vauss, é antropólogo sueco especializado em sociedades primitivas. Ele está de perfil e caminha a esquerda, no topo do quadro lê-se: Cada vez mais cientistas estrangeiros desembarcam no Brasil para entender como avançamos rumo ao passado.
Q2- Mão no canto inferior esquerdo ( que continua presente no Q3 E Q4 ) empunha um microfone em direção a Dr. Klaus que disserta: Ainda não sabemos como explicar, mas é evidente que em algum momento o Brasil parou de avançar na história e começou a retroceder no tempo. Segundo meus cálculos, devemos chegar nos anos 70 a qualquer momento.
Q3- Voz do entrevistador ( que não aparece no quadro) pergunta: E como isso vai afetar a indústria da moda, doutor? As calças boca-de-sino devem voltar junto com a ditadura? Dr. Klaus pensa: Fascinante. A população parece não entender as consequências do fenômeno.
Q4 – Voz do entrevistador anuncia: Não deixe de experimentar a caipirinha! A seguir: um grupo de deputados cria comissão para rever a abolição da escravatura. Dr. Klaus franze a testa e pensa: Preciso rever meus cálculos.